Pesquisar no Blog
Papo com VET

Luxação patelar em pets

Vamos falar de uma afecção ortopédica muito comum em cães, principalmente de pequeno porte. Ela se chama Luxação Patelar!

Você já ouviu falar ?

Seguem algumas informações importantes sobre ela:

– É uma doença ortopédica que acomete especialmente os cães, mas pode acometer gatos também! Ocorre um desencaixe da patela, que funciona como a rótula do nosso joelho, nos cães ela é chamada de patela.

– Na maioria das vezes a origem é congênita, mas pode ocorrer de forma traumática atropelamento, queda, fratura;

– A principal função da patela é realizar o movimento de flexão e extensão da articulação do joelho, funcionando mais ou menos como uma roldana;

– É muito comum em cães de raça toy e de pequeno porte (Yorkie, Spitz, Maltês, Poodle e etc), mas pode acometer cães de qualquer raça;

– Os cães podem apresentar 4 diferentes graus de luxação patelar, o grau I seria uma luxação mais leve e o IV o pior deles onde observamos ate a rotação do membro do animal;

– A luxação patelar predispõe o cão a desenvolver uma degeneração articular chamada Artrose, isso provoca muita dor e o animal pode não apoiar mais a pata ao caminhar;

– Os primeiros sintomas são: dor, manqueira intermitente, após caminhadas ou exercícios intensos.
Alguns animais ao caminhar dão uma espécie de coice ou chutinho para trás, este também é um sinal bem característico de luxação patelar;

-O tratamento é realizado com medicação como analgésicos e condroprotetores junto com a fisioterapia, se a luxação for de um grau leve ou moderado; E cirúrgica se a luxação for de um grau moderado ou severo.
Os resultados são satisfatórios em ambos os tratamentos, se realizados por um bom profissional!

– O diagnóstico pode ser realizado pelo veterinário no exame físico ou através de um exame de Raio-X;

Espero que tenham gostado!

Beijos da Dra Thessa, Nina, Pink, Clarinha, Lupita e Maju!

*Thessa Petersen Dattelkremer – médica veterinária especializada em Reabilitação pelo curso de Terapia Física em Pequenos Animais da M.V Graciela Sterin (Argentina), com formação em Neurologia pelo curso Extensivo do Prof. Ronaldo Casimiro da Costa e com ertificação Internacional em Rebilitação Animal pela Universidade do Tennessee (CCRP). Atualmente é a responsável pelos atendimentos de Fisioterapia e Reabilitação animal da Vet Therapy Especialidades Veterinárias.

Contatos:
E-mail: thessa@vetherapy.com.br
Site: www.vetherapy.com.br

Leia também:

7 promessas para cuidar melhor do pet em 2019

Férias e pets: cuidados importantes para a sua viagem

Humanização dos animais: como evitar exageros

Sem Comentários

Deixe sua resposta