Pesquisar no Blog
Dicas Nutrição Saúde

Pet doente? Entenda como alimentos podem ajudar o peludo nesta situação

Quem nunca ganhou uma sopa especial preparada com muito amor e carinho quando estava doente? A alimentação é muito importante para ajudar na recuperação do organismo que está combatendo uma enfermidade. Para os pets não é diferente.

As refeições dos peludos também merece atenção especial. Não é à toa que, ao levar o pet para uma consulta, o dogtor recomenda oferecer algo diferente para que o peludo não perca o apetite. Como exemplo, frango ou arroz sem tempero, né?

Pois saiba que a alimentação adequada é parte fundamental da recuperação de cães e gatos doentes. No entanto, é sempre FUNDAMENTAL pedir orientação ao veterinário sobre o que oferecer. Medicamentos também fazem parte do tratamento e devem ser receitados pelo profissional.

Muito carinho e algumas destas dicas podem ajudar na recuperação do seu pet:

Febre: para os peludos este ;e um momento de muito incômodo. Por isso, é importante estimular que ele coma. Somente com o alimento ele terá forças para se reestabelecer. Neste caso, podem ser oferecidos alimentos ricos em proteínas e, principalmente, em vitaminas (B6, B12, selênio). Legumes e frutas são exemplos.

Cenoura – fonte de fibras, minerais (como fósforo, potássio, cálcio e sódio) e vitaminas (A, B2, B3 e C).

Beterraba – é indicada para auxiliar na perda ou diminuição da força física, na redução da fadiga muscular e no revigoramento de animais enfraquecidos.

Vômito: quando ocorre o vômito, é importante reduzir a quantidade alimento oferecido por vez. Se o veterinário orientar, pode ser importante suspender a alimentação por algumas horas. Assim, oferecer água de coco pode ajudar a hidratar o pet e repor eletrólitos perdidos (sódio, potássio, cloreto e bicarbonato).

Diarreia: como a perda de nutrientes é muito grande, é preciso repor com alimentação. No entanto, a dieta irá variar de acordo com a doença diagnosticada pelo veterinário. O ideal é evitar alimentos ricos em gordura, pois podem dificultar a digestão do pet. E não vale a pena deixar o pet sem comer! Neste caso, procure orientação o quanto antes.

Constipação intestinal: a dificuldade para defecar ou a ausência de fezes pode ser sinal que o pet está acumulando tudo no intestino. Neste caso, o uso de fibras solúveis ou suplementos pode ajudar. O suplemento Equilíbrio, da Botica Pets, vai ajudar muito neste caso. Isso porque com o uso de ingredientes naturais como a alcachofra, que facilita a digestão, estimula o fígado e aumenta a liberação da bile, promovendo a eliminação de toxinas e a regulação do intestino.

Queda de pelos: alimentos de baixa qualidade podem contribuir para a queda de pelos, falta de brilho e caspas. O indicado é buscar a orientação de um especialista para mudar a dieta mais rica e equilibrada. O suplemento Equilíbrio também ajuda a melhorar a pelagem do pet por meio de ingredientes naturais.

Saiba que, mesmo quando os pets são alimentados com rações, é possível acrescentar alimentos naturais em sua dieta sem interferir no equilíbrio nutricional. Por isso, sempre vale a pena prevenir que o pet tenha doenças por meio de uma boa nutrição.

Se você quiser saber mais:

Problemas gerados pela má alimentação do pet

Como os prebióticos e os probióticos podem ajudar na alimentação do pet

Dieta natural ou ração para o cão

Sem Comentários

Deixe sua resposta