Pesquisar no Blog
alimentacao-natural_cachorro
Papo com VET

Alimentação Natural para pets: quando optar?

“Você é o que você come”. A frase que tanto ouvimos quando pensamos na alimentação humana também é válida para a nutrição de cães e gatos.

Há tempos já se sabe que uma boa dieta é fundamental para os pets manterem uma vida saudável, pois a ingestão adequada de nutrientes ajuda não só na manutenção como também na recuperação da saúde. É aí que entra a Alimentação Natural (AN).

Mas afinal o que é Alimentação Natural (AN)?

De acordo com as diretrizes da FDA – “Food and Drug Administration”, significa que os ingredientes na comida para animais de estimação não tiveram quaisquer alterações químicas feitas a elas. Em outras palavras, consiste em oferecer  alimentos saudáveis, balanceados, ingredientes de alta qualidade, selecionados e que supram todas as suas necessidades. Na “AN” não é permitido o uso de qualquer tipo de aditivo químico.

As referências mais notáveis de Alimentação Natural surgiram na Austrália, baseado no modelo BARF (sigla em inglês para comida crua biologicamente apropriada), que consiste num consumo de 70%  de carnes cruas e 30% de vegetais e frutas.

Já os modelos Prey Model e Raw Meaty Bones partem do princípio de que os animais, por possuírem descendentes carnívoros, necessitam apenas de carnes e produtos de origem animal, ou seja, uma dieta composta somente por vísceras, carnes e ossos.

E por fim, tem-se o modelo mais conhecido e usual que é a Alimentação Natural com Ingredientes Cozidos, o qual não significa dar restos de comida para o cão ou gato, muito pelo contrário. É necessário, neste caso, fazer um cardápio que consiga suprir as suas necessidades nutricionais, principalmente pelo processo de cozimento onde os alimentos perdem alguns nutrientes, submetendo o pet há uma necessidade de suplementação com vitaminas e minerais, ou seja, a alimentação natural, especialmente a cozida, deve ser suplementada para sua eficácia e não causar prejuízo por déficits nutricionais ao animal.

Por isso a importância do nutricionista ou do nutrólogo veterinário.  Esse profissional é capaz de reconhecer as alterações nas necessidades nutricionais dos animais, em cada fase de sua vida e determinar qual é a dieta ideal, bem como elabora-la, prescreve-la para o restabelecimento ou manutenção da saúde.

Quando devo optar pela alimentação natural?

A alimentação natural pode ser uma opção para cão ou gato quando ainda filhote (após o desmame), para um jovem adulto ou ainda para um pet doente ou idoso. 

Sendo assim, ao optar pela Alimentação Natural, seja qual for a fase de vida de seu pet, o primeiro passo é conversar com um veterinário de sua confiança para encaminhá-lo a um especialista em nutrição ou nutrólogo.

Nesta etapa será feito um check-up, para ter certeza de que o pet está realmente saudável. Se estiver tudo bem, estará  apto a iniciar uma “AN” elaborada para animais saudáveis. No entanto, se aparecer alguma alteração nos exames, o especialista estará apto a prescrever uma dieta personalizada para seu cão ou gato, que supra as suas necessidades especiais.

Alimentação “personalizada”

Assim como existem rações industrializadas específicas para diferentes doenças, também é possível formular “AN” específica para as diferentes necessidades dos pets . Por exemplo, a alimentação natural para filhotes deve ser projetada para fornecer nutrição adequada para a fase de crescimento rápido, sem fornecer muitas calorias.

Os perfis de nutrientes corretos são especialmente importantes para cachorros de raça grande, que podem desenvolver doenças ósseas e articulares ao longo da vida. Outro exemplo são as dietas específicas para alguma doença, como no caso da alimentação natural com teor baixo em sódio, geralmente oferecida para cães com doença cardíaca, enquanto outras “AN” que ajudam a controlar níveis de fósforo, cálcio e outros eletrólitos são prescritas para  cães com doença renal.

Muitas vezes ouvimos “ele já está doente, deixe-o comer o que tem vontade”, mas a falta de apetite não pode ser aceita como “não há nada mais a fazer”. Instituir um suporte nutricional e um cardápio adequado é crucial para a melhora do pet, inclusive, quando ele se recusa a comer ração e precisa de dietas caseiras.

Transição da dieta

Porém, vale ressaltar que a transição da ração comercial para a Alimentação Natural deve ser feita de forma gradativa. A cada dois dias, aumente 25% da quantidade de alimentação natural e diminua a mesma porcentagem de ração, até chegar a 100% de alimentação natural. Além disso, o animal deve comer, no mínimo, duas vezes por dia e retornar periodicamente ao veterinário para avaliar e recalcular a sua alimentação.

Muitos estudos já reconheceram os benefícios da Alimentação Natural. E muitas pesquisas sugerem que, quanto mais industrializado o alimento, mais químicos são utilizados, mais mal podem fazer a saúde do seu pet.

Com a Alimentação Natural, seja ela cozida, crua sem ossos ou crua com ossos, conseguimos alcançar os mesmos níveis nutricionais de qualquer ração super premium. Agora, sem utilizar restos de frigorífico, farinhas de ossos ou de sangue, penas e bicos de aves, transgênicos, corantes, conservantes, entre outros subprodutos comumente utilizados nas fábricas de rações,  presentes em seus rótulos.

Você sabe realmente o que tem dado para seu pet comer?

Você presta atenção no rótulo dos alimentos que oferece ao seu cão? Você se importa com a saúde dele?

Vale a pena pesquisar sobre o assunto e oferecer um alimento que você consegue distinguir se realmente está apropriado ao seu animal de estimação!

Não é apenas sobre quais ingredientes são usados; mas sim trata-se do equilíbrio de nutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras, minerais e vitaminas) na fórmula. Um excesso de nutrientes, bem como nutrientes insuficientes, podem ser prejudiciais para a saúde do seu animal de estimação.

O equilíbrio é vital para a eficiência do metabolismo do seu cão ou gato. O alimento é formulado para ser a principal fonte nutricional e os índices dos ingredientes são essenciais para tornar a dieta completa e equilibrada. A necessidade de equilíbrio é a razão pela qual é necessário selecionar cuidadosamente ingredientes e encontrar o equilíbrio adequado para uma saúde ideal.

Parece um pouco complicado (e talvez pareça até mais caro que uma ração comercial), especialmente quando se pensa em suplementos, quanto alimentar, ingredientes de carne a ossos, os vegetais, enfim.

Porém, uma vez que finalmente entende-se tudo isso, uma alimentação natural bem equilibrada e suplementada, ao longo do tempo, fará com que seu pet tenha uma vida mais saudável, consequentemente, menos doenças se manifestarão. Assim em longo prazo perceberá que a alimentação natural sairá mais em conta que uma ração super premium.

Lembre-se sempre que as recomendações gerais de alimentação natural podem ser de boas diretrizes, mas cada animal é único e se diferencia um dos outros dependendo seu estado de saúde, idade, nível de exercícios e etc. Por isso não deixe de consultar seu veterinário para que ele avalie  periodicamente as porções diárias de alimento com base na idade do seu animal de estimação, condição corporal e saúde geral.

Você sempre tem uma escolha!

Pesquise e veja o que é melhor para seu pet e se você está disposto, e  se é funcional para você no seu dia a dia. É importante certificar-se que mudar a dieta do seu animal de estimação é um ato de responsabilidade, dedicação e muito amor.

*Cleuma S. Ferreira é médica-veterinária, pós-graduada em Endocrinologia e Metabologia Veterinária na Instituição Qualittas. Membro da Associação Brasileira de Endocrinologia Veterinária – ABEV, certificada em Nutrição Clínica pelo Instituto Equalis de Qualificação Superior e em Reiki Animal pelo Instituto Reiki Veterinário.

Sitewww.dracleumaferreira.com | www.endocrinopatinha.com.br
Instagram@cleumaferreiravet | @endocrinopatinha | @petv_tvonline

Leia também:

Reiki para cães e gatos: como funciona?

Terapias naturais podem influenciar a saúde dos pets?

Saiba porquê medicar o pet sem orientação pode ser um risco!

Sem Comentários

Deixe sua resposta