Pesquisar no Blog
Dicas Saúde

3 dicas para contratar o plano de saúde do pet

Os cuidados com a saúde dos pets são essenciais. Cada vez mais, as seguradoras e hospitais veterinários oferecem planos de saúde para cães e gatos que, a partir de um valor mensal, dá direito a consultas, exames internações e vacinas.

Mas será que vale a pena ter um plano desse para o seu cachorro ou gato? Veja vantagens e desvantagens antes de tomar a decisão:

Vantagens: valor fixo que podem incluir consultas, exames, vacinas, internações e descontos em serviços e produtos para higiene do pet, sem comprometer a sua renda.

Desvantagens: ao contrário dos planos para humanos, os para pets não têm regularização quanto aos procedimentos inclusos. Isso quer dizer que cada empresa oferece quais serviços quiser.

Antes de fechar o negócio: boas dicas para decidir!

1. Avalie a frequência com o que seu pet vai ao veterinário. Faça uma média anual dos gastos com consultas, exames, vacinas e internações. Se este valor for maior ao que você pagará para o plano, pode valer a pena.

2. Consulte o seu veterinário e verifique se ele aceita o plano. Às vezes, você tem confiança que em um profissional ou clínica e, se ele não realizar o atendimento pelo plano, poderá não valer a pena. A cobertura dos serviços engloba apenas profissionais credenciados a esses locais.

3. Informe-se sobre o período de carência do plano. Trata-se do prazo que o cliente precisa esperar antes de fazer uso do plano de saúde, que pode durar meses e até mesmo anos (varia de acordo com a seguradora).

Sem Comentários

Deixe sua resposta